+55 (41) 99743-8306 contato@jornalri.com.br

O Líbano na Encruzilhada Entre a Arábia Saudita e o Irã

A demissão do primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, em inícios deste mês sinaliza para um possível novo cenário de conflito no Oriente Médio. A Arábia Saudita e o Irã, os dois rivais que lutam pela hegemonia na região poderão desestabilizar ainda mais aquela parte do planeta e principalmente o Líbano que, neste momento, representa a peça-chave na tentativa de desequilibrar a balança favoravelmente para os sauditas e aliados e provocar danos às ambições iranianas.

Mohammed bin Salman e Saad Hariri.

A instabilidade política do Líbano que fragiliza a sua posição enquanto Estado soberano faz com que o país seja um local estratégico para as disputas de inimigos antigos que necessitam de um território para além de suas fronteiras, para marcar posição e assim, delimitar o campo de batalha. Ignorando os cidadãos libaneses, a Arábia Saudita e o Irã têm no Líbano o espaço estratégico para colocarem em prática as suas políticas externas voltadas aos seus interesses próprios transformando o país num “quintal”, cuja independência não é senão uma formalidade. O antagonismo das ideologias religiosas sunita e xiita estimulam as hostilidades entre as duas potências regionais e muitas vezes escamoteiam os interesses políticos e econômicos dos dois países. Segundo informações, o último episódio envolvendo Saad Hariri está relacionado com os planos de Riade com relação ao Irã e o Líbano é uma peça fundamental para atingir o objetivo. Beirute afirma que Hariri está em prisão domiciliar na Arábia Saudita, a qual pediu que os seus cidadãos deixassem o Líbano. O Kuwait e o Baherin emitiram o mesmo comunicado aos seus nacionais residentes em território libanês.

A crise diplomática que atinge a Arábia Saudita e o Líbano poderá desencadear algo maior na medida em que envolve o Hezbollah, um do Irã. O movimento xiita libanês foi acusado por Hariri durante o seu discurso de demissão, por ameaçar a sua vida. Em contrapartida, o líder do Hezbollah, Hassan Narallah mostrou-se indignado com a acusação e declarou que “esta demissão foi uma ordem saudita, que ele foi forçado a cumprir. Não foi desejo dele”. De acordo com notícia veiculada no jornal Ha’aretz, a intenção do princípe saudita Mohammed bin Salman é tornar o irmão mais velho de Saad Hariri, Bahaa el-Din Hariri, no novo primeiro-ministro do Líbano. Neste contexto, o ex-primeiro-mnistro é um elemento fundamental para o desnrolar o futuro dos aconteimentos. Há suspeitas do atrelamento político e econômico de Hariri com a Arábia Saudita. Acredita-se que a empresa Hariri recebeu mais de US $ 9 bilhões da petromonarquia saudita.

A atual tensão diplomática existente ente a Arábia Saudita e o Líbano expõe o País dos Cendros a sérios riscos econômicos que ameaçam colapsar a economia. Há um ano Riade já impôs sanções ao Líbano e conelou US $ 3 bilhões em auxílio às Forças Armadas daquele país e interrompeu as negociações existentes. Hoje, a situação pode se agravar se a Arábia Saudita conseguir a adesão de seus vizinhos no Golfo Pérsico quanto ao impedimento da presença de cidadãos libaneses em seus territórios. Mais de 400 mil libaneses trabalham nos país do Golfo Pérsico e, as remessas enviadas ao Líbano giram em torno de US $ 2,5 bilhões ao ano. Estas transferências são essenciais para a economia libanesa e a extinção das mesmas significa uma derrocada econômica. Se a Arábia Saudita estiver apostando na decadência econômica para prejudicar o Hezbollah e afetar os interreses iranianos é possível que isto venha acontecer. Porém, há a possibilidade do Irã sustituir a Arábia Saudita como patrocinador do Líbano, mas não será capaz de estabelecer o equilíbrio interno ou regional, pois mais um fosso se abrirá entre as duas potências rivais.

——————–

Imagem:

Mohammed bin Salman e Saad Hariri.

 (Fonte):

http://yalibnan.com/wp-content/uploads/2017/03/Mohammed-bin-Salman-Saad-Hariri–e1490917901844.jpg

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *