+55 (41) 99743-8306 contato@jornalri.com.br

Brasil em Chamas

Centenas de focos de queimadas estão se alastrando no Brasil devido ao clima seco e muito quente, especialmente neste mês de setembro, segundo informações do site De Olho no Tempo. Isto atinge a todos os biomas brasileiros: Pampa e Pantanal, Amazônia, Cerrado, Caatinga e Mata Atlântica. Atualmente, o Brasil é o país da América Latina com mais focos de incêndio.

Mapa do Brasil com previsão de risco de fogo.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) aponta que os índices têm aumentado desde julho deste ano e que são mais de 27 mil novos focos de calor somente em setembro, 89% a mais do que o registrado no mesmo período de 2016. Além disso, a chuva, que costuma ser frequente a partir do mês de setembro, ainda não caiu nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil, agravando a situação. Desde janeiro, os Estados brasileiros com mais queimadas são: Maranhão, com 3.607 focos; o Pará, com 6.353 e Mato Grosso, com 4.950 focos.

Em 2016, o Brasil registrou um aumento de 65% no número de queimadas em relação a 2015. Os dados apontam para a necessidade de orientação e fiscalização, para que a população perceba os riscos de colocar fogo na vegetação nesta época do ano, tendo em vista que a ação humana é uma das principais causas do problema.

As queimadas ainda são recorrentes em práticas agrícolas que visam a “limpeza” do solo após a colheita e antes do plantio das novas culturas. Além disso, há outros interesses, como a ampliação das áreas de pastagem, o que compromete negativamente os ecossistemas das florestas e a possibilidade da diversificação da produção agrícola. Há também casos de incêndios acidentais provocados por bitucas de cigarro ou balões.

——————–

Imagem:

Mapa do Brasil com previsão de risco de fogo.

(Fonte):

 http://www.inpe.br/queimadas/risco-de-fogo-meteorologia